Na noite de sexta-feira estava conversando com meu filho e perguntei o que era o Amor para ele e em sua simplicidade de criança me respondeu “Oras mãe! Amor para mim é você! Mas que pergunta!!” e ainda revirou os olhos. Não aguentei e tive que sorrir, mas rapidamente veio a pergunta “E para você mãe, o que é o Amor?” e tentando não complicar a vida respondi prontamente “Oras filho! Você é o Amor para mim!!” e aí foi a minha vez de revirar os olhos, logo caímos na gargalhada! E como o de costume, fizemos nossas orações, agradecemos pelo dia, pedimos proteção a nossa família e fomos dormir.

No sábado pela manhã enquanto fazia nosso café da manhã fiquei refletindo nossa conversa, pensando em um sinônimo, um adjetivo ou ao menos uma breve definição do que é o Amor. Inquieta fui procurar no dicionário, pois na maioria das vezes encontro lá muitas respostas… Bingo! Encontrei ali 30 explicações diferentes! Meu Deus!! 30 explicações!! Me senti frustrada, mal consigo definir uma. Então assim fechei o dicionário, tomei meu café bem quentinho e como de costume seguimos o dia. Foi um sábado chuvoso, brincamos, estudamos, sorrimos, brigamos, assistimos filmes, ficamos sozinhos por alguns instantes, fizemos nossas refeições, nos ajudamos, nos implicamos (sim! ele implica comigo e eu com ele — às vezes parecemos até irmãos!) e para completar a alegria do dia tivemos a visita da minha madrinha, foi um sábado bem animado, cheio de gargalhas e repleto de sentimentos alegres! Assim que voltamos para casa fomos nos arrumar para dormir e fizemos nosso ritual noturno. Jantamos, escovamos os dentes, conversamos, rezamos, agradecemos pelo dia, pedimos proteção à nossa família e dormimos.

Sabe, não sei exatamente definir o que é o Amor. Não sei se existem as tais 30 explicações, ou se existe um adjetivo ao certo, ou um sinônimo ou apenas uma breve definição, mas acredito que seja uma mistura de tudo:
… o Cuidado diário.
… o Respeito que você tem com o seu familiar ou amigo.
… o Preocupar e querer sempre ajudar.
… o Perceber quando algo está errado.
… o Ficar feliz quando conquista-se algo.
… o Saber apoiar, estimular e nunca duvidar da capacidade da pessoa.
… o Saber entender os momentos em que a pessoa quer estar só.
… o Saber ouvir e poder desabafar sem julgar e sem ser julgado.
… o Alertar quando você notar que algo vai dar errado.
… o Sentir saudade dos pontos chatos da pessoa.
… o Cair na gargalhada sem grandes explicações.
… o Ser (para alguém) e Ter (em alguém) o verdadeiro porto seguro.

Dedico ao Pedro Heitor — A Definição de Amor para Mim. Filho, Melhor Amigo, Porto Seguro, Parceiro e Futuramente um Pai Incrível!!

(CC BY-NC-ND 4.0)

5

Share: