É durante a noite que encontro pensamentos confusos, prioridades invertidas e a insônia chega para fazer companhia.

E após desistir de lutar contra toda desordem mental decido levantar e tomar meu primeiro café do dia.

E em cada café encontro o porto seguro que me falta.

Entre um gole e outro me organizo e a razão cai sobre mim.

Entendo que não basta apenas ser especial para alguém, se não existem atitudes que comprovam.

Não basta continuar por um determinado caminho quando o gostar deixou de ser o suficiente.

Por um ponto final é doloroso, porém não há nada pior do que ver as boas lembranças se desmanchando.

Um virar de página e um recomeço é amadurecimento e o que me conforta é que na próxima escolha o caminho será ainda mais sincero.

E ao findar de cada café a única certeza de que tenho é que não quero deixar de ser quem sou e somente assim conseguirei manter meu coração em paz.

(CC BY-NC-ND 4.0)

5

Share: