Hoje é aquele típico dia em que resolvo mudar as coisas de lugar.

Acho que sofro daquela mania de organização, quanto mais arrumo, mais desorganizado fica.

Arrasto a cama para um lado, minha cômoda de roupas para outro e a mesa de trabalho deixo em frente da janela — É! Gosto de olhar o céu enquanto escrevo, mas essa corrente de ar vai piorar o estado da minha garganta.

Busco na internet maiores informações sobre Feng Shui, afim de descobrir qual a melhor disposição dos móveis para as boas energias circularem por aqui, tenho certeza: todas as vezes que fico doente é culpa destas energias que estão caminhando de modo errado! E como sempre, me deparo com um mundo de informações, frustrada desligo o iPad. — Não adiantou muita coisa, pois não sei como aplicar. A única coisa que aprendi é que a cama deve ficar na visão da porta, ao menos é alguma coisa!

Remexo aqui, reorganizo ali e para minha surpresa as coisas ficam exatamente como estavam.

Chego a conclusão de que a bagunça é interna. Essa desordem está me deixando um tanto confusa — confesso!

Segundo minha irmã isso se chama fuga, insatisfação, mas poxa! Logo eu que sou tão grata com tudo que tenho?

Será mesmo?

Talvez seja, eu na verdade não sei.

Preciso de um café.

(CC BY-NC-ND 4.0)

2

Share: