Ela tem flores na cabeça e muitas borboletas no estômago …

Ela é às vezes chata, um pouco durona, mas muito sensível …

Ela é cheia de defeitos, muda de humor de acordo com o que sente, mas é dona de um coração bom …

Vivem dizendo que Ela cresceu, mas Ela se recusa apagar a criança interior ..

Por outro lado, Ela gosta de observar as estrelas, é sonhadora ao extremo e não há nada que, explique a intensidade do brilho no seu olhar …

Ela é a moça de olhar envolvente, personalidade forte, sorriso largo e alma infinita …

E lá vai Ela enfrentar o mundo e continuar sendo feliz do seu jeito .

5

Share:
Reading time: 1 min

É durante a noite que encontro pensamentos confusos, prioridades invertidas e a insônia chega para fazer companhia.

E após desistir de lutar contra toda desordem mental decido levantar e tomar meu primeiro café do dia.

E em cada café encontro o porto seguro que me falta.

Entre um gole e outro me organizo e a razão cai sobre mim.

Entendo que não basta apenas ser especial para alguém, se não existem atitudes que comprovam.

Não basta continuar por um determinado caminho quando o gostar deixou de ser o suficiente.

Por um ponto final é doloroso, porém não há nada pior do que ver as boas lembranças se desmanchando.

Um virar de página e um recomeço é amadurecimento e o que me conforta é que na próxima escolha o caminho será ainda mais sincero.

E ao findar de cada café a única certeza de que tenho é que não quero deixar de ser quem sou e somente assim conseguirei manter meu coração em paz.

(CC BY-NC-ND 4.0)

4

Share:
Reading time: 1 min

Cada vez que termino algo, tenho o hábito de observar tudo o que passou, filtrar cada ponto e observar onde errei e onde acertei. Para entender melhor como isso funciona nada melhor do que listar as coisas e confesso que sou viciada em listas, elas me ajudam a organizar melhor!

A ideia é saber quem realmente sou, me compreender melhor, anotar cada aprendizado para me tornar uma pessoa melhor e quando completei 30 anos decidi listar 5 coisas que considerei importantes :

1. Dinheiro trás felicidade sim!! Ter o próprio dinheiro trás independência!! E sinceramente? Não existe sensação melhor do que Liberdade com Responsabilidade.

2. Poucas pessoas realmente se importam com você. E você leva um baita susto quando percebe que essas pessoas não fazem parte da sua família e leva um susto maior ainda quando a primeira pessoa que aponta o dedo no seu nariz e te julga faz parte dela.

3. A vida sempre reserva surpresas, seja no amor, na amizade, na profissão ou na vida pessoal, eu por exemplo descobri: que sou uma boa mãe, que tenho muito amor dentro de mim, que minha realização profissional é escrever e que minha energia faz fotossíntese!

4. Aprendi a dizer o que quero, aprendi a planejar e a correr atrás daquilo que desejo e aprendi também que não existe a necessidade de compartilhar todos meus planos e depois disso as coisas passaram a fluir.

5. Aprendi a não dar extremo valor as quantidades e sim as qualidades. Seja da cia de alguém, de um bom café, de um bom livro, de um bom filme, de uma boa comida e bebida e até mesmo de um bom aplicativo no celular rs! Sabe aquela frase: “não preciso de muito para ser feliz!”? então, é bem real! Bom, pelo menos para mim 😉

Claro que tive outras lições, mas de todas essas foram as mais importantes e com toda certeza levarei por toda vida.

(CC BY-NC-ND 4.0)

5

Share:
Reading time: 1 min

Hoje é aquele típico dia em que resolvo mudar as coisas de lugar.

Acho que sofro daquela mania de organização, quanto mais arrumo, mais desorganizado fica.

Arrasto a cama para um lado, minha cômoda de roupas para outro e a mesa de trabalho deixo em frente da janela — É! Gosto de olhar o céu enquanto escrevo, mas essa corrente de ar vai piorar o estado da minha garganta.

Busco na internet maiores informações sobre Feng Shui, afim de descobrir qual a melhor disposição dos móveis para as boas energias circularem por aqui, tenho certeza: todas as vezes que fico doente é culpa destas energias que estão caminhando de modo errado! E como sempre, me deparo com um mundo de informações, frustrada desligo o iPad. — Não adiantou muita coisa, pois não sei como aplicar. A única coisa que aprendi é que a cama deve ficar na visão da porta, ao menos é alguma coisa!

Remexo aqui, reorganizo ali e para minha surpresa as coisas ficam exatamente como estavam.

Chego a conclusão de que a bagunça é interna. Essa desordem está me deixando um tanto confusa — confesso!

Segundo minha irmã isso se chama fuga, insatisfação, mas poxa! Logo eu que sou tão grata com tudo que tenho?

Será mesmo?

Talvez seja, eu na verdade não sei.

Preciso de um café.

(CC BY-NC-ND 4.0)

2

Share:
Reading time: 1 min
Page 2 of 71234...Last »