“Sobre coisas que não consigo falar.”

Esse é o meu maior problema, tenho muito a dizer, muito a expor e às vezes tenho até a solução para algumas situações, mas eu acabo paralisando.

Gostaria de não ter mais esse filtro, mas ao mesmo tempo agradeço por tê-lo.

Falar sem pensar, ferir as pessoas gratuitamente, fazer alguém chorar, diminuir ou magoar quem já está frágil, desacreditar ou não ter fé … nunca foi opção para mim, pelo contrário, por mais que eu saiba o quão forte sou, essas atitudes externas tem um poder incrível aqui dentro de mim.

Sinto falta da terapia.

E por que não volta?

Não saberei responder isso de forma objetiva, mas consigo te dar mil desculpas para não ir.

Mas quanta imbecilidade para uma pessoa só!

Ah 😔 como concordo com você.

9

“A difícil arte da exposição.”

Não é por falta de conteúdo, ideias ou inspiração.

Se você soubesse ou pudesse ler todos meus textos, opiniões, pensamentos e poesias escritas e arquivadas entenderia minha constante frustração.

Comecei aos 8 anos, era um “dever de casa” que minha terapeuta me pedia para fazer.
Aos 12, escrever, passou a ser minha tentativa de exorcizar meus próprios demônios.
Já aos 18 foi pela necessidade de me manter sã, me sentia completamente perdida e muito sozinha, como presente de 15 anos vim morar na Cidade Maravilhosa – o verdadeiro sonho das minhas amigas e por mais absurdo que pareça, nunca foi o meu.

Meu Sonho?
Conseguir terminar meu livro. Tenho vários pedaços espalhados em meus cadernos empoeirados ao longo dos meus 27 anos. Vivo dizendo que será a minha maior Herança, mas como você saberá se tenho imensa vergonha em publicar?

A verdade é que com o passar dos anos escrever tornou-se meu verdadeiro Amor. Imaginar que tudo começou como um breve suspiro terapêutico e hoje querer despir-me sem medo para que todos (ou não) leiam é muito assustador…

8

“Não há problema nisso…”

Recomeçar, seja lá quantas vezes for necessário, não vejo problema nisso, principalmente se for para refinar tudo aquilo de maravilhoso que já existe, abandonar velhos vínculos que me impedem de evoluir e criar novos hábitos que aprimorem meu ser.

O blog por exemplo, já recomecei inúmeras vezes e sempre buscando a minha melhor escrita.

É exatamente isso que venho buscando por toda vida, deixar florir meu verdadeiro ser, embora exista inúmeras críticas e tentativas (sem sucesso) para me cegar, para me desanimar e me fazer paralisar.

Existem tantas possibilidades de fazer tudo melhor, mas às vezes a preguiça ou o desânimo são maiores, então começo apenas com um Pensamento Positivo e a retirada do “não” da frase, são coisas que já me ajudam bastante e mesmo que nada disso funcione ainda tenho o carinho e o amor da pessoa mais incrível do mundo, meu filho!

Tento me obrigar a lembrar que: não existe problema em continuar tentando, não existe problema em começar algo novo, em me desapegar e mesmo que eu descubra no meio do caminho que quero outra coisa, não há problema algum em conhecer, apenas procuro não deixar que minhas escolhas prejudiquem outras pessoas.

🙂

7