Fevereiro, para mim 🎐

Quando comecei a escrever era Manhã de Carnaval, algumas coisas foram acontecendo e fui “deixando para postar amanhã”, mas quando percebi Março estava quase indo embora…

Hoje eu não trabalho e por isso consegui aparecer por aqui, escrever nunca é demais, me faz pensar e eu gosto disso. Vou te contar um segredinho: você sabia que existiu uma época em que eu ficava eufórica esperando essa festa? Na minha infância e adolescência o Carnaval tinha Graça e Alegria, mas de alguns anos para cá não vejo mais isso, então acabei optando pela calmaria.

Fevereiro foi um mês de readaptação e muito repouso.

Retornando das nossas férias — Tudo foi muito confuso, corrido e durante alguns dias estive atrasada. Não sei se nas próximas vez optarei por um mês inteiro de férias. Perdi o ritmo, dormir mais tarde e não ter hora para acordar é uma coisa maravilhosa!! Havia esquecido como é bom, sei que aproveitei ao máximo e apesar dessa mistura desorganizada consegui voltar à rotina rapidinho.

“Descanso” fora de hora — Se tem uma coisa que eu gosto e me deixa segura é o Planejamento. Programei tudo para que Fevereiro fosse um mês incrível, mas (literalmente) veio uma chuva forte que me derrubou! Tchibum!! Entrou água por todos os cantos aqui em casa, puxamos móveis pesadíssimos para todos os lados e adivinha? No outro dia minha coluna estava em frangalhos e assim fiquei durante 3 semanas. 3/4 do mês em repouso, trabalhando pouquíssimo e praticamente sem conseguir fazer qualquer coisa direito, mas graças a um medicamento que mais parecia um floco de açúcar a dor foi passando e aos poucos melhorei.

Depois de passar por tudo isso teve uma coisa que eu aprendi: as pessoas que realmente gostam de mim se fizeram presentes de algum modo. Tive apoio e amor necessário para minha recuperação —Obrigada por isso! E claro, não posso esquecer de mencionar toda paz que tive nestas semanas! Isso foi muito importante.


Coisas boas do mês!

  • Acabou o horário de verão!
  • Férias dos meus pais,
  • Assistimos Lego Movie,
  • Compramos livros e mangás,
  • Pheter começou o último estágio do Kumon Inglês,
  • Chegaram as pelúcias que faltavam da Horta do Jaime e por fim,
  • Escrevi aqui no blog: Uma carta e Sobre o Instagram.

Viu só como Fevereiro foi um mês lindo!?!


Para o próximo mês: Março 2019

A única coisa que posso e adiantarei é que será um mês muito especial e espero que seja para você também love you!

1

🔒 Sobre Instagram…

Hoje me deu vontade de conversar sobre o Instagram, sem dúvidas é a rede social que eu mais amo! É o meu único perfil ativo. Aliás, online eu tenho apenas Trabalho, Instagram, Roblox, Email e o Blog.

Como de costume, eu tomo café enquanto olho o Instagram — aliás, eu tomo café enquanto trabalho, leio ou escrevo, como agora por exemplo!!

Semana passada não foi diferente, eu estava de repouso e meu filho me trouxe um café na cama com aroma de Amor. Agradeci e decidi abrir o aplicativo e quando vi meu perfil logo surgiu um pensamento: “Nossa, meu Instagram está muito com cara de mãe!”, sorri satisfeita, realizada e feliz.

Estava ali sentada, observando meu “Instagram de mãe”, aberto para todos e com fotos do nosso dia a dia. Instantaneamente olhei a quantidade de pessoas que me seguem e para meu espanto eu não conhecia mais da metade, fiquei preocupada.

Qual foi minha sábia decisão?!
Pensar, analisar e resolver. — Simples assim!
Na minha vida fora da internet eu sou muito transparente, com o passar dos anos aprendi a me respeitar, “sou 8 ou 80” e “se não existe química — não sou obrigada!”.
Para muitos isso chama-se falta de educação e para outros amor próprio. No final das contas nunca agradarei a todos e também não faltarei com respeito.

O que resolvi?
De pronto decidi fechar meu perfil no Instagram — você por acaso deixa qualquer pessoa entrar na sua vida e sair no momento que quiser? Bem, eu não. Entra somente pessoas que realmente querem ficar. Depois parei de seguir as pessoas que não mantenho contato e graças a opção “remover seguidor” eu consegui sair do perfil das mesmas pessoas. E por fim voltei a abrir os comentários das minhas fotos.

O que ganhei com isso!?
Liberdade! Paz interior! E principalmente a segurança do meu filho.
Não sei se você consegue me entender, mas agora me sinto bem com isso e estou feliz!

Então ficamos assim, quem quiser realmente me acompanhar no Instagram, somar e ser feliz — as portas estarão sempre abertas! Agora se for “solicitar amizade” apenas para que eu te siga de volta ou apenas de curiosidade — nem se dê ao trabalho, não é isso que eu busco e existem inúmeros perfis mais interessantes que o meu. Estamos combinados?!

Agora fica a pergunta: como é o seu relacionamento com o Instagram?!

Bem agora vou trabalhar, pois o café já acabou!!!
😉

1